Em Bordeaux eu já encontrei uma senha para os transportes públicos com 9 viagens
Em Bordeaux eu já fui perseguida por dois homens
Em Bordeaux eu já aprendi a discografia quase toda dos Backstreet Boys
Em Bordeaux eu já estive numa varanda francesa, como as dos filmes
Em Bordeaux eu já aprendi a dizer "ta gueule" e outras coisas feias
Em Bordeaux eu já fui convidada a abandonar uma festa de anos porque a aniversariante queria praticar o coito com um amigo à vontade
Em Bordeaux eu já fiquei trancada dentro do meu quarto, sem conseguir sair
Em Bordeaux eu já tive um jantar grátis
Em Bordeaux eu já disse mais "bonjour" do que "bom dia" em 19 anos em Portugal
Em Bordeaux eu já inventei a alcunha "Verinha Mágica" para a minha amiga, Vera
Em Bordeaux eu já vi um rapaz todo nu no metro de superfície, apenas de meias e com um lençol traçado ao ombro
Em Bordeaux eu já aprendi que os franceses começam a beber às 21h para à meia noite estarem em coma alcóolico e ainda terem tempo de recuperar para estar nas aulas no dia seguinte
Em Bordeaux eu já troquei a cerveja do estudante pelo vinho tinto chique
Em Bordeaux eu já senti que me desprezaram por ter um blog onde posto roupas e coisas do meu dia-a-dia
Em Bordeaux eu já comecei a ter aulas de dança Rock n' Roll
Em Bordeaux eu já fiz uma festa surpresa para uma amiga minha e consegui que ela recebesse mais de 30 post-its de desconhecidos a dar-lhe os parabéns
Em Bordeaux eu já achei que a minha vizinha estava a ser esfolada viva mas afinal estava a praticar o coito
Em Bordeaux eu já ensinei às pessoas palavrões em português e disse-lhes que significava "bom dia"
Em Bordeaux eu já andei com 20kg de compras debaixo de uma chuva torrencial
Em Bordeaux eu já me tornei uma pro em receitas à base de atum em lata
Em Bordeaux eu já apanhei um vírus na semana em que tinha uma apresentação oral muito importante
Em Bordeaux eu já fui julgada por "não estar vestida à pobre" no dia em que fui entregar os documentos em falta para a solicitação de uma bolsa
Em Bordeaux eu já chorei de frustração por todos os meus vizinhos estarem a rir-se e a divertir-se e eu ter de trabalhar
Em Bordeaux eu já comi mais sushi do que em toda a minha vida antes de vir para cá
Em Bordeaux eu já me desafiei a mim própria (e à Vera) a cantar 48 músicas em karaoke no Youtube
Em Bordeaux eu já soube cantar todas as músicas da Katy Perry como nunca pensei ser possível
Em Bordeaux eu já fui uma bruxa no Halloween
Em Bordeaux eu já ouvi alguém dizer que eu não devia ser "allowed in public", a brincar
Em Bordeaux eu já aprendi a "gostar" de música comercial rasca
Em Bordeaux eu já subi 3 andares de escadas com duas malas de viagem para depois perceber que o elevador afinal estava a funcionar
Em Bordeaux eu já descobri que há pessoas que nunca viram um leão na vida
Em Bordeaux eu já convidei um rapaz para ser meu afilhado de praxe em Coimbra (e ele aceitou)
Em Bordeaux eu já soube de um lama que andou a passear no metro de superfície
Em Bordeaux eu já percebi que ter um 9.5 a Cultura Geral é melhor do que ter um 20 a matemática
Em Bordeaux eu já fui questionada sobre se sou gótica
Em Bordeaux eu já ganhei 3 peluches numa feira popular
Em Bordeaux eu já aprendi o que é faltar às aulas para ficar na biblioteca a estudar
Em Bordeaux eu já andei numa roda gigante
Em Bordeaux eu já fui rotulada como "a miúda que que consegue sempre fazer alguém rir"
Em Bordeaux eu já fui abordada pelo revisor no metro de superfície
Em Bordeaux eu já vi uma rapariga a meter um tampão na rua
Em Bordeaux eu já meti um poster dos Rolling Stones na parede
Em Bordeaux eu já respondi "oui" a tudo o que me diziam porque não estava a perceber rigorosamente nada mas não quis mostrar parte fraca
Em Bordeaux eu já fervi panelas intermináveis de água para aquecer o quarto
Em Bordeaux eu já tirei as melhores fotografias para o meu blog
Em Bordeaux eu já fui a pessoa que empresta a vassoura a toda a gente
Em Bordeaux eu já tive de pendurar toda a minha roupa e lençóis nas prateleiras e na porta porque não secou na máquina de secar
Em Bordeaux eu já ganhei a alcunha de "Pikachu" por causa de um jogo
Em Bordeaux eu já descobri que tenho uma pronúncia engraçada
Em Bordeaux eu já enviei o "último quadrado" de um chocolate Milka pelo correio
Em Bordeaux eu já fui abordada por pessoas portuguesas na rua
Em Bordeaux eu já comprei maquilhagem ao preço da chuva
Em Bordeaux eu já fiquei completamente bloqueada por não me conseguir lembrar de certas palavras em português
Em Bordeaux eu já recebi uma etiqueta para a Nutella com o meu nome
Em Bordeaux eu já enfeitei o meu quarto com luzes de Natal quase dois meses antes do Natal
Em Bordeaux eu já fui passear por todos os pisos da minha residência por não ter mais nada para fazer
Em Bordeaux eu já passei numa inspeção ao meu quarto
Em Bordeaux eu já "aprendi" a cozinhar
Em Bordeaux eu já vi a Casa dos Segredos todos os Domingos à espera da "peixeirada" (e não me orgulhei)
Em Bordeaux eu já dormi a tarde toda para poder trabalhar pela madrugada dentro
Em Bordeaux eu já abri o Google Tradutor de cada vez que precisei de dizer alguma coisa a algum colega francês no Facebook
Em Bordeaux eu já percebi que há pessoas que não te querem ajudar, pessoas que te querem ajudar e pessoas que fingem que te querem ajudar
Em Bordeaux eu já me sentei na cabine de duche e quase adormeci
Em Bordeaux eu já ouvi pessoas a queixarem-se por "só" terem 1000€ na conta
Em Bordeaux eu já aprendi a sobreviver de marcas brancas
Em Bordeaux eu já usei o aquecedor para descongelar pão
Em Bordeaux eu já andei o dia todo com batom nos dentes e ninguém foi capaz de me avisar
Em Bordeaux eu já tive uma opinião errada acerca de alguém de quem agora gosto muito
Em Bordeaux eu já deixei cair um batom dentro da sanita e nunca mais o vi
Em Bordeaux eu já fui acusada de não ver "nada bem!" por um professor
Em Bordeaux eu já percebi que o problema nunca fui eu: eram mesmo as pessoas do meu curso em Coimbra
Em Bordeaux eu já comprei um calendário do advento da Hello Kitty (não gosto da Hello Kitty)
Em Bordeaux eu já conheci alguém que guardava as cascas de ovos no frigorífico por não ter caixote do lixo
Em Bordeaux eu já dancei no corredor ao som da música espanhola dos vizinhos
Em Bordeaux eu já vi um dos homens mais lindos do mundo, parecia modelo. Era um padre
Em Bordeaux eu já berrei a Listen da Beyncé do princípio ao fim com a minha amiga
Em Bordeaux eu já soube o que é ter de levantar o rabo da cama às 7 da manhã a um sábado para estar às 8h a fazer um exame de 4 horas. 4 semanas seguidas
Em Bordeaux eu já saí de casa de noite e ao frio só para ir ver as luzes de Natal ao centro da cidade
Em Bordeaux eu já acordei morena, fui passear, entrei numa loja, vi pó de Henna e à noite estava ruiva
Em Bordeaux eu já pintei o cabelo com algo que se parecia lama e que fez a maior porcaria do mundo na minha casa de banho minúscula (mas valeu a pena)
Em Bordeaux eu já comprei um notebook que nos obriga a escrever qualquer coisa todos os dias até não haver mais páginas
Em Bordeaux eu já saí para um passeio a pé pelas redondezas da minha residência e encontrei um parque gigante, cheio de verde e com um lago lindo do tamanho do mundo
Em Bordeaux eu já criei a tradição de todas as noites (mesmo nas mais frias), pegar no termo com chá e ir com a minha amiga Vera para a rua, sentar o rabo no chão, sentir a noite na cara e falar da vida
Em Bordeaux eu já vesti umas calças que não tinham a casa do botão feita numa estação de comboios, sentei-me nos bancos e abri uma casa para o botão com uma chave, uma pinça e uma caneta
Em Bordeaux eu já fui abraçada por um desconhecido


(To be continued...)