O Luís é homossexual e, por acaso, o Luís é meu amigo. Mas podia não ser. O Luís podia não ser homossexual, o Luís podia não ser meu amigo e mesmo assim, o Luís continuaria a ser uma pessoa (como é!), com o mesmo direito ao respeito que todas as outras pessoas têm.

Por acaso o Luís, que também é blogger, é meu amigo. Muito amigo. E, por acaso (ou por azar), o Luís despertou a minha atenção para um blog onde, aparentemente, está reunida toda a podridão em forma de gente do nosso país.

O Luís gosta de se vestir como ele gosta de se vestir. Ninguém precisa de rotular a forma como ele se veste. Ele também não o faz. O Luís pode manter relações amorosas e sexuais com quem ele quiser. Ninguém precisa de o julgar por isso. Ninguém tem o direito de julgá-lo por isso. Todos nós temos o nosso próprio órgão sexual, não importa qual é. E eu pergunto: se temos o nosso próprio órgão sexual, há necessidade de nos importarmos de que formas e com com que pessoas é que os outros usam os seus próprios órgãos sexuais?



É triste dizer isto mas o Luís já está habituado a ser olhado de lado, gozado, criticado e ofendido. Habituado. O Luís, que se limita a ser o Luís, a viver a sua vida, a fazer o que o faz feliz, chegou ao triste ponto em que já está habituado a ser discriminado a toda a hora. O Luís já lida diariamente com pequenos tiros de preconceito na rua e ainda tem de chegar à internet e continuar a comer doses industriais de diarreia mental, pura burrice e estupidez, em forma de preconceito, em forma de insulto fácil.

E o Luís diz-me que não quer saber porque já está habituado, já não é novidade para ele. Mas ninguém tem de se habituar a isso. Ninguém tem de se habituar a ser desrespeitado.

O Luís pode dizer que está habituado mas eu, como amiga do Luís e como pessoa que abomina este tipo de preconceito ridículo, recuso-me a "habituar-me" a isto. Custa-me perceber porque é que alguém acha por bem pegar nas fotografias de um miúdo para o tentar humilhar com base na forma como ele se veste, para toda a internet ver. Porque o Luís é um miúdo da minha idade e provavelmente de muitos dos que me lêem. O Luís é um miúdo e por acaso é um miúdo forte, mas quantos Luíses assim é que há no mundo?

Quantas pessoas é que aguentam verdadeiramente de cabeça erguida este tipo de gozo e humilhação pública? Enquanto que o Luís até lida bem com estas situações, há outros Luíses por esse mundo fora a sentirem-se literalmente como merda. Merda. Enquanto que o Luís até lida bem com estas situações, houve outros Luíses na história que não chegaram a viver para fazer 20 anos porque não aguentaram todo o desrespeito, toda a humilhação. E ninguém tem de aguentar. Ninguém. Porque as coisas não deviam ser assim.

Ninguém deveria ser puxado para baixo por gente podre como esta, que se esconde atrás do anonimato (e mesmo que até dessem a cara!) para atacar pessoas que não fizeram mal nenhum a ninguém. Há poucas coisas que me causem tanta repulsa, tanto nojo, como gente que vive para isto; para mandar os outros abaixo, seja por que motivo for. É assustador para mim perceber que há pessoas adultas a atacar de forma tão cruel miúdos como o Luís, que só quer viver a vida dele em paz. Mas pior do que isso, é ver que não são só pessoas adultas. Há pessoas da minha idade a fazer o mesmo. Pessoas da minha geração, que nos livros é uma geração tão bonita, tão mente-aberta, tão livre de preconceitos.

Para mim, pior do que a revolta ao ver que o autor de um blog estava a gozar com o Luís por causa da forma como ele se veste, foi descer até aos quase 100 comentários e sentir nojo das pessoas que o agrediram verbalmente com base na sua orientação sexual. Foi descer até aos quase 100 comentários e ver que as pessoas que defendiam as opções pessoais do Luís eram igualmente insultadas, ver que uma rapariga que colocou o dedo na ferida acusando aquela gente de preconceito foi chamada de "devassa" e "pervertida".

O Luís, que é homossexual, também é estudante de Design de Moda, também é ambicioso, também participa em projetos solidários; tem o seu próprio projeto, aliás! O Luís, que é homossexual, também é alegre, simpático, também tem os seus sonhos, os seus objetivos, um bom humor invejável, também tem amigos e família. O Luís, que é homossexual, também gosta de sair à noite, de tomar café com os amigos, de ir a concertos, de tirar fotografias. O Luís, que é homossexual, é uma pessoa como as outras e tal como todas as outras pessoas, tem as suas próprias características. E eu posso garantir que as melhores características do Luís não são a sua homossexualidade ou a forma como se veste.

Hoje aconteceu com o Luís e hoje não me apeteceu ficar calada. Amanhã pode acontecer com outra pessoa qualquer e ninguém tem de ouvir e calar a boca. Ninguém tem de se deixar invadir, de se deixar atacar, de uma forma tão porca, tão infundada, tão nojenta. Ninguém tem de aceitar, de baixar a cabeça ou de se habituar a este nojo de gente.

Este post não é o tipo de post que costumam ler no meu blog, mas este tipo de situação também não é o tipo de situação que me costuma dar vontade de ficar calada. Hoje o Luís foi agredido por desconhecidos na internet e não se importou. Mas eu, como amiga do Luís, importo-me.

Este é o Luís, mas podia não ser.


17 Comments

  1. Estou em estado de choque e o texto que escreveste está brutal - concordo! Que gente medíocre que gente com dor de cotovelo e sem vida que se dá ao trabalho destas coisas repugnantes! Ao luís um abraço de solidariedade por ser sempre fiel a si mesmo, aos seus ideias e valores e isso jamais alguém lhe tirará!!

    Beijinhoooooo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca vou mudar pelos outros e obrigada pelo apoio :3

      Eliminar
  2. ai, omg que lindo obrigada mesmo amiga, é bom saber que existem pessoas como tu e pessoas com quem posso contar o texto esta lindo e obrigada mesmo <3

    ResponderEliminar
  3. Uau !! Foi o melhor texto que alguma vez li em relação à homossexualidade. Primeiro porque estás a defender um amigo e o Luís deve ter um orgulho imenso na amizade que vos une porque são poucas (infelizmente!) as pessoas que têm a coragem de defender dos preconceitos desta gente hipócrita, sem caráter e vazias. Segundo porque estás a defender não só um amigo mas muitos 'Luises' como bem disseste que não têm a capacidade de lidar com tudo o que lhes cai em cima.
    ADOREI ADOREI ADOREI !!
    Luis, não te conheço de lado nenhum, é certo, mas espero que consigas concretizar todos os objetivos que traçaste e principalmente que não deixes de mostrar ao mundo quem és! Força!!
    beijinhos aos dois. :)

    ResponderEliminar
  4. Acho repugnante quando criticam alguém ou gozam com alguém quando essas mesmas pessoas fazem coisas piores.
    Somos todos humanos e temos todos o direito de viver tal como somos.
    Nos podíamos ser amarelos, vermelhos ou azuis por dentro somos todos iguais.
    Há pessoas que têm MERDA na cabeça, desculpem o termo.
    O teu texto esta lindo, ainda bem que o luís tem uma amiga assim.
    Força luís :) e já Viste que também tens bloguers que em vez de te gozarem, te apóiam.
    Um beijinho enorme

    ResponderEliminar
  5. É um orgulho ser tua amiga, Carolina :)

    ResponderEliminar
  6. Realmente sao coisas que nao devia acontecer na atualidade mas infelizmente acontecem e como tu dizes as pessoas que sofrem com isso nao devem se habituar a esses abusos porque isto ja nao e o seculo passado,onde antes ninguem podia falar nem fazer nada.E sinceramente nao percebo o que muitas dessas pessoas tem na cabeca,mas eu acredito que muitas delas gostavam de ser como ele mas como nao tem coragem apenas limitam-se a insulta-lo e coloca-lo em baixo. Mas o que ainda mais me revolta como e que outras bloggers sao capazes de fazer isto?Esta comunidade devia de ser unida e nao deixar coisas destas acontecer porque como ja disse ja nao tamos no seculo passado em que nao se pode fazer nada.E muitos parabens pelo o teu apoio que demonstras pelo o teu amigo porque ele nao merece passar por isso e tambem muitos parabens para ele por se manter fiel a si mesmo,mesmo quando as outras pessoas o fazem tanto mal.
    http://thelittlefashionistafx.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. isto merece ser partilhado! falaste tao bem "Ninguém tem de se habituar a ser desrespeitado.". ..
    infelizmente ja conhecia o blog (numas entradas anteriores, fizeram um post sobre mim) mas este foi demais, é nojento ver pessoas tao retrogadas, mete me raiva, mete me nojo..

    ResponderEliminar
  8. Existe a ideia de que, como cada vez mais estamos num mundo em evolução, que esta discriminação vai deixando de existir e que se torna cada vez menos comum porque a sociedade começa a ser cada vez mais de ''mente aberta''. Verdade seja dita que se fosse às uns quantos anos atrás ''ser diferente'' era algo impossível de acontecer e se acontecesse a pessoa podia ser dada como doida da cabeça e acabar num manicómio.
    O estúpido que aconteceu com o Luís foi o blog vergonhoso que é esse que goza com os outros, e existem pessoas que por muito menos se chegam a suicidar por bocas que a tal ''humanidade'' diz. Gostava de saber que espécie de humanidade é esta que não aceita algo novo. Ora és aborrecido e igual a todos os outros e não passas de ninguém, ora és diferente e é como se tivesses uma doença que se espalha só de essa pessoa olhar o outro nos olhos.
    Vergonha deviam ter todos aquelas que não respeitam os outros, porque um dia foi a raça que foi uma polémica e hoje em dia tudo serve para discriminação. Se for preciso uma pessoa até é julgada com as cuecas que usa! Eu teria vergonha de uns pais que não me aceitassem como filha (não digo que seja fácil para um pai ou mãe saber que o seu filho é gay ou bi ou lésbica, para mim não seria pelo simples facto de saber a sociedade em que vivemos e que por uma orientação sexual uma pessoa mais um pouco é julgada ao praça pública), e nojo de todas as más bocas que, para se sentirem mais importantes com as suas vidas, falam mal da vida dos outros.
    Estou algo chocada e sem saber bem o que dizer, mas calada não ficava. Assim como não fiquei calada na altura que todos discriminavam uma pessoa homossexual da minha antiga escola que nem sequer era meu amigo nem conhecido.
    Carácter é uma das coisas mais importante na vida, e a esta sociedade falta-lhe muita.

    ResponderEliminar
  9. Com uma amiga tão querida como tu... ele não precisar dar importancia a pessoas sem escrúpulos ;)

    Sonia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
  10. já tinha encontrado o blog onde o luis foi criticado como se veste...li...não com gosto, mas sim com desprezo, como é possível, 2 pessoas(pelo que sube) atravez do blog do "gozo" pensam que sabem tudo e que podem criticar toda a blogosfera.
    Eu sou uma blogger recente, eu cometo erros, todos cometemos, e sabemos isso, não perisamos de niguem para nos dizer ou até criticar.
    Infelizmente, esse tão "dolce e bichana" parecem não ter mais nada para fazer, e essas pessoas só vivem á custa dos outros para as criticar.
    Não sou racista, e toda a minha vida vivi e convivi com gays, lesbicas, hetro, bi,de cor, dde outra raça tanto faz...mas só digo uma coisa o ser humano é todooo igual, e niguem nos deve mostrar como vestir, calçar, viver ou seija la o que for.
    Espero que isto pare e rápidooo!!

    beijinhos
    Caxaxanna

    ResponderEliminar
  11. Já gostava de ti antes, mas agora gosto mais, ao saber que és uma amiga em condições, além de seres uma pessoa inteligente :) e sabes uma coisa que o Luís ganhou certamente com esta história toda? Uma seguidora, que sou eu, que não o conhecia e agora, graças àqueles pacóvios (e a ti!) já conheço :)

    ResponderEliminar
  12. Wow this was actually astounding to read. I started to tear up. It is ridiculous that people have to become accustomed to being treated badly. It really broke my heart. This is the first time i've ever come across your blog or seen one of your posts, and what a welcome! I follow you now & can't wait to see lots more! :)

    x leah symonne x

    itsleli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Não entendo pessoas que descriminam homosexuais! É mesmo algo que não consigo entender! Já te achava boa pessoa, mas agora tenho a certeza :) Gostei muito de ler este post!

    Marisa Silva
    http://stylingdreams.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Mais uma fez não sei que dizer carolina, es tão fofa e este post mostra que posso contar contigo mesmo tu estando longe, e obrigada a todos os blogger que me apoiam, beijinhos a todos <3
    Luis Veiga
    http://simplefashionworld.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. eu não sou homossexual mas infelizmente já andaram a espalhar boatos de que eu seria homossexual, na intenção de me rebaixar. felizmente que nunca me senti rebaixada, não sei porque raio acharam que eu levaria isso como um insulto. lá está, não sou mas poderia ser, e se fosse que mal teria? este tipo de mentalidades é que precisam de desaparecer, mentalidades pequeninas e mesquinhas.

    sara dias,
    velvetchanel.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Aqui são bem vindas todas as pessoas, à partida. Aqui lêem-se todos os comentários e aprecia-se cada um deles, sejam eles elogios fofinhos ou críticas (fundamentadas!). Aqui respondem-se a todas as perguntas diretamente nesta secção de comentários. Aqui são bem vindos os links dos vossos blogs, depois de lerem o meu post.

Esta caixa de comentários é moderada.

Aqui não há lugar para publicidade descarada. Aqui não há lugar para comentários racistas, homofóbicos, sexistas e preconceituosos de uma forma geral. Todas as pessoas que venham para aqui com intenções de me ofender a mim ou a algum dos meus leitores estão amigavelmente convidadas a abandonar este espaço. Aqui não há faltas de respeito.