Amanhã vou ao Dia da Defesa Nacional. Ainda não percebi porque é que é "O Dia", uma vez que a dita "Defesa Nacional" acontece praticamente todos os dias a uns quantos desgraçados que se vêem obrigados a levantar o rabo da cama às 6 da manhã, para às 7 estarem no autocarro.

Não gosto desta situação. Não gosto e não gosto. Chamem-me lá má cidadã por isso, que se calhar é o que sou mesmo. Mas não gosto que me imponham coisas e muito menos que essas coisas impliquem que eu me levante ainda as estrelas brilham no céu.


Tenho ouvido histórias um bocado assustadoras sobre O Dia da Defesa Nacional. E nem sequer estou a falar das pessoas que, infelizmente, já faleceram durante a prática de certas atividades propostas pelos Senhores Tropas (não sei o nome técnico, amanhã devo aprender). Estou a falar mesmo das histórias trágicas acerca de uma corneta estridente e certas poses e "rituais" que os Senhores Tropas fazem. Dizem as más línguas que é muito difícil não rir nestas alturas e reza a lenda que quem ri, é levado para uma sala muito escura e tem de voltar ao quartel (é quartel?) no dia seguinte. Existe também a possibilidade de pagarem uma multa no valor simbólico de 600€ (que podem ir até 2000€). Adoro. A-DO-RO.

Ora, eu sou uma pessoa que ri muito. Eu sou daquelas pessoas que vão no autocarro ou na rua, sozinhas, a rir-se, porque o ar tem piada. Eu rio-me como quem respira. Não consigo controlar, é mais forte que eu. Se isso faz de mim uma má pessoa, peço imensa desculpa, mas eu não pedi para me levantar às 6 da manhã para ir assistir a um grupo de pessoas a falar de armas e de coisas do género EM VÉSPERA DE EXAME.

Eu não quero ir para a tropa. Eu nem sequer posso ir para a tropa, tenho muitas doenças. Na verdade sou só asmática e tenho umas 74 alergias. Mas eu não quero ir para a tropa e mesmo que eu, na loucura, até quisesse ir, ia de livre vontade, não era preciso mandarem-me cartas e impor-me coisas, ok? É que isso só me faz querer ir para a tropa ainda menos do que já queria, que era mesmo muito pouco, ok? Ok.

Estou muito chateada. Muito mesmo. Que situação!

Chorar, posso? Ou também dá direito a multa?


2 Comments

  1. Essas histórias que ouves,é mentira a sério! A minha irmã já foi,e não é nada assim :)

    ResponderEliminar

Aqui são bem vindas todas as pessoas, à partida. Aqui lêem-se todos os comentários e aprecia-se cada um deles, sejam eles elogios fofinhos ou críticas (fundamentadas!). Aqui respondem-se a todas as perguntas diretamente nesta secção de comentários. Aqui são bem vindos os links dos vossos blogs, depois de lerem o meu post.

Esta caixa de comentários é moderada.

Aqui não há lugar para publicidade descarada. Aqui não há lugar para comentários racistas, homofóbicos, sexistas e preconceituosos de uma forma geral. Todas as pessoas que venham para aqui com intenções de me ofender a mim ou a algum dos meus leitores estão amigavelmente convidadas a abandonar este espaço. Aqui não há faltas de respeito.